Construsul mira em sustentabilidade e preço

Posted by ADEMI-BA 4 de agosto de 2017 0 Comment 57 views

Enfrentando um mercado em baixa relevante nos últimos anos, reflexo da crise econômica brasileira que desacelerou os lançamentos, empresas ligadas ao setor de construção estão trabalhando em duas linhas de ação. Pelo menos é o que se percebe na 20ª Construsul, feira que se encerra neste sábado, em Novo Hamburgo, e onde as apostas dos expositores residem em lançamentos com apelo na sustentabilidade e, como não poderia deixar de ser em um momento como este, na redução de custos.

A Pentair, multinacional norte-americana de purificadores de água com fábrica em Caxias do Sul, por exemplo, optou por uma nova versão para seus filtros para caixa d’água, substituindo partes metálicas por outras, plásticas. “Além de ser mais sustentável, traz reflexo no preço, tornando o produto mais acessível também”, defende a analista de vendas da empresa, Cintia Santos.

“O mercado continua complicado, estagnado, e é preciso buscar novidades para reagir”, acrescenta a vendedora da empresa, que afirma buscar maior entrada na região Sul, onde as pessoas ainda teriam maior resistência à purificadores por acreditarem na qualidade da água encanada. Plásticos também são a aposta da Amplex, com sede em Carlos Barbosa, voltada à fabricação de aberturas em PVC.

“São produtos que já existem no Brasil há, pelo menos, 20 anos, mas que, agora, começam a ter um aumento no seu uso”, defende o representante comercial da empresa, Elton Repenning. Até há pouco tempo, argumenta Repenning, ainda havia resistência do mercado predial pelas esquadrias plásticas terem um custo mais elevado do que as metálicas, ainda que, por serem 100% recicláveis, sejam vistas como mais sustentáveis.

Fonte e matéria completa: Jornal do Comércio | Foto: Pexels / Divulgação

Comments are closed.

Videos

O vídeo explica de forma simples e rápida o que é Sustentabilidade.